Evitar estes 5 fatores de risco pode dar mais 10 anos de vida, conclui estudo

Um estilo de vida saudável pode prolongar substancialmente o número de anos que uma pessoa vive livre de doenças. Esta é a conclusão de um novo estudo que analisou o impacto de comportamentos de risco na vida de 111 mil pessoas, durante mais de 20 anos. Falta de exercício físico regular, consumo de álcool, consumo de tabaco, excesso de peso e alimentação descuidada são os fatores-chave que podem fazer a diferença.

A equipa de investigadores defende que adotar um estilo de vida saudável reduz o risco de câncer, doenças cardiovasculares e diabetes tipo 2. As mulheres que adotaram hábitos saudáveis tiveram mais 10,6 anos livre de doenças, cerca de 8 anos sem câncer, 10 anos sem doenças cardiovasculares e 12 anos sem diabetes, quando comparadas com as outras mulheres.

Da mesma forma, os homens com uma vida saudável ganharam mais 7,6 anos – uma média de 6 anos sem câncer, quase 9 anos sem problemas cardíacos e mais de 10 anos sem diabetes, em comparação com os outros. A diferença em relação às mulheres deverá estar relacionada com a expectativa média de vida, maior para elas do que para eles.

Estes resultados mantiveram-se idênticos mesmo após a equipe de investigadores ter levado em conta fatores como idade, etnia, genética e outros indicadores. “As pessoas não ganham apenas mais anos de vida, ganham também bons anos de vida”, disse à BBC o coordenador do estudo, Frank Hu, da Escola de Saúde Pública de Harvard, em Boston, EUA.

O segredo, adianta o estudo, é fazer cerca de 30 minutos de exercício físico diário, ter uma alimentação saudável, não fumar, beber apenas um copo pequeno de vinho por dia e manter um índice de massa corporal entre os 18,5 e 24,9.

“Nunca é tarde para adotar estes hábitos”, rematou Frank Hu. “Para fumantes, a coisa mais importante é parar de fumar. Para não fumantes, fazer uma dieta saudável e ser fisicamente ativo são importantes para manter o peso.”

Fonte: Revista Visão

Share:

Leave comment